Les Cadenas d’amour. 2022

Amélia Sampaio

Os cadeados do amor são cadeados que namorados fixam a uma ponte, cerca, portão, ou local público semelhante para simbolizar seu amor.
pt.wikipedia.org

Os cadeados do amor são símbolos da consagração do amor eterno entre os enamorados que acreditam na ação de fechar o cadeado com seus nomes gravados seguidos de beijos apaixonados e o lançamento da chave no fundo do rio. A crença de que assim nunca se separarão alcança dia após dia milhares de adeptos.

Cada país reclama a sua origem. A Sérvia diz que vem desde a Primeira Grande Guerra Mundial devido a um casal que jurou amor sobre a ponte,Most Ljubavi (literalmente a Ponte do Amor) na cidade-spa de Vrnjačka Banja, mas o noivo se apaixonou na Grécia por uma mulher local, terminou o noivado e a noiva abandonada morreu de amor. Após essa estória, todas as mulheres jovens de Vrnjačka Banja começaram a escrever os seus nomes e dos seus amados em cadeados e fechavam-nos nas grades da ponte Most Ljubavi, a fim de protegerem seus amores.

A Hungria também é uma forte candidata dos cadeados do amor desde a década de 80, pois em Pécs um portão de ferro que conecta a Mesquita e a Catedral encontra-se repleto das fechaduras dos pombinhos. Já os alemães defendem que é uma tradição antiga de Colônia, que acontece dos cadeados serem pendurados no portão da ponte Hohenzollern perto da estação ferroviária e posteriormente são jogadas as chaves pelos enamorados no rio Reno sobre a ponte. Em Paris a moda chegou nos 2000 sobre a ponte das Artes se tornando uma dor de cabeça para as autoridades locais. Os adeptos dos cadeados do amor seguem por diversos países e continentes declarando ao mundo. Não se deve esquecer do saudoso Poetinha nosso ilustre Vinícius de Moraes com o seu Soneto de Fidelidade:

“Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure”